Escola da Vida Contabil
Tributos

Auxílio emergencial: Governo divulga datas dos novos pagamentos e desiste de fracionar

Evicon-auxilio-emergencial-governo-divulga-datas-dos-novos-pagamentos-e-desiste-de-fracionar

Veja como ficou definido o calendário dos novos pagamentos do Auxílio Emergencial de R$600.

 

O Ministério da Cidadania divulgou hoje o calendário de pagamentos das duas novas parcelas do Auxílio Emergencial e anunciou que desistiu de fracionar as parcelas.

O pagamento dos R$ 600, que agora serão referentes aos meses de agosto e setembro, será feitos a mais de 65 milhões de brasileiros cadastrados no programa de renda emergencial desenvolvido na pandemia.

Quando anunciado que haveria prorrogação das parcelas do benefício, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo estava estudando diluir o valor das duas parcelas adicionais em até quatro pagamentos dentro de 60 dias.

Na ocasião, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a continuidade dos pagamentos integrais de R$ 600 em agosto e setembro.

Mas, de acordo com o calendário publicado hoje, os beneficiários continuarão recebendo os valores primeiro em contas digitais para só depois conseguirem casar os recursos conforme um cronograma estabelecido pela Caixa Econômica Federal.

A medida é para evitando aglomerações nas agências. A maioria dos beneficiários só conseguirá sacar o dinheiro de setembro em outubro, mas poderá fazer pagamentos e transferências antes disso por meio da conta digital.

Calendário de novas parcelas Auxílio Emergencial

Quem já recebeu as três primeiras parcelas terá o quarto pagamento emergencial de R$ 600 depositado entre os dias 22 de julho (para os nascidos em janeiro) e 26 de agosto (para os nascidos em dezembro). Já o calendário de saques começa em 25 de julho e vai até 17 de setembro.

Já o quinto pagamento de R$ 600 começará a ser depositado em 28 de agosto, em um calendário que vai até 30 de setembro. Os saques da última parcela do auxílio emergencial vão de 19 de setembro a 29 de outubro.

Os beneficiários que só conseguiram acessar o auxílio emergencial mais tarde terão direito às mesmas cinco parcelas, em um calendário estendido que vai até meados de dezembro.

Veja o calendário completo de pagamento das novas parcelas do Auxílio Emergencial:

4ª parcela 

Mês de Nascimento Depósito Saque
Janeiro 22/07 25/07
Fevereiro 24/07 01/08
Março 29/07 01/08
Abril 31/07 08/08
Maio 05/07 13/08
Junho 07/08 22/08
Julho 12/08 27/08
Agosto 14/08 01/09
Setembro 17/08 05/09
Outubro 19/08 12/09
Novembro 21/08 12/09
Dezembro 26/08 17/09

5ª parcela

Mês de Nascimento Depósito Saque
Janeiro 28/08 19/09
Fevereiro 02/09 22/09
Março 04/09 29/09
Abril 09/09 01/10
Maio 11/09 03/10
Junho 16/09 06/10
Julho 18/09 08/10
Agosto 23/09 13/10
Setembro 25/09 15/10
Outubro 28/09 20/10
Novembro 28/09 22/10
Dezembro 30/09 27/10

 

Fonte: Portal Contábeis

Postado por Evicon

Leia Também

Conheça o plano contra inadimplência na contabilidade

Agencia Cento E Vinte

Portarias trazem orientações para ambientes de trabalho durante a pandemia

Agencia Cento E Vinte

STF está Decidindo pela Inconstitucionalidade do DIFAL das Empresas do SIMPLES

Agencia Cento E Vinte