Escola da Vida Contabil
Empreendedorismo Contábil

Contabilidade Gerencial: Faça com que seu cliente te valorize!

A maior dificuldade dos contadores é conseguir levar informações aos empresários e conseguir que os mesmos empresários usem as informações contábeis como guias para as decisões.

A informações contábeis são desvalorizadas e essa dor não é só sua! A Nucont, por exemplo, só existe porque um dia a Fernanda Rocha tentou levar essas informações contábeis para os empresários e, a princípio, não houve valorização.

A Jornada da Valorização é uma jornada de 1001 léguas. Não é algo que você conseguirá empurrar goela abaixo de seus clientes. Seus clientes não vão te valorizar só porque você decidiu produzir dashboards da Nucont, com todas as cores, vida e informações valiosas.

Se você é taxado por portador das más notícias, o cara que cuida das guias e folha, seu cliente continuará fugindo das suas reuniões.

VOCÊ NÃO SERÁ PRIORIDADE!

Como aplicar a Contabilidade Gerencial, como se tornar prioridade?

Antes de mudar o produto da contabilidade, antes de tentar entregar informações para a tomada de decisão, você precisa mudar sua imagem!

E nosso objetivo na Nucont e no CSC é justamente cuidar da sua imagem.

Você precisa se tornar IRRESISTÍVEL!

Por que os empresários não usam as informações da Contabilidade Gerencial?
Isso acontece, basicamente, por dois problemas muito graves:

1 – Porque a contabilidade fiscal não reflete a realidade da empresa.

Se você levar essas informações gerenciais, ele dirá que aquilo não é a empresa dele.

2 – Mesmo aqueles cujas informações refletem a realidade, mesmo aqueles que fazem tudo de forma correta (uma raridade), terão dificuldade de valorizar.

O motivo é claro: ELES NÃO ENTENDEM!

Seu cliente dirá que não precisa daquilo. Na cabeça dele ele já tem todo controle.

Como tratar esses problemas?

A Contabilidade Fiscal precisa ser convertida em uma Contabilidade Gerencial e que reflete a realidade das empresas. É preciso desenvolver bem a metodologia da Contabilidade Consultiva.

Você precisa trabalhar sua postura e seu posicionamento para que leve consigo informações gerenciais e para que seu cliente te veja como uma pessoa em quem ele pode confiar.

Seu cliente precisa te ver como referência, uma pessoa em quem ele pode confiar! Ele precisa de alguém para buscar informações antes de cada tomada de decisão.

Ele precisa de você ao lado dele!

O processo de se tornar referência precisa vir antes de qualquer tentativa frustrada de levar informações gerenciais.

Cuide de sua imagem!

Mas, como cuidar dessa imagem?

Você tem que visitar seus clientes!!!

Você tem que levantar a bunda da cadeira, sair do escritório e entrar na empresa de seu cliente!

E não é uma simples visita! Assim como dizia Lopes de Sá, você precisa estar lá para escutar, observar, anotar e entender o que acontece!

“O Contador deve observar o que acontece, anotar o que acontece, arrumar o que acontece, evidenciar o que acontece e depois dizer: Está acontecendo isso ou aquilo!”

Você precisa observar e participar do habitat natural de seu cliente. Você precisa conhecer o mercado de seu cliente, precisa entender as dores, a operação.

Só assim você conseguirá entender quais problemas rodeiam o dia daquele cliente. E, quando for levar uma apresentação, você terá mais direcionamento, objetivos certeiros e soluções para as dores levantadas.

E vou reforçar, não basta só uma visita!

O seu trabalho precisa se dar por várias visitas, cafés, churrascos, encontros, dates do Tinder, todas as formas possíveis!!

Você precisa criar essa aproximação!

E essa aproximação precisa surgir já no primeiro contato! Na sua proposta de serviços contábeis.

Essa cultura é, infelizmente, rara em escritório contábeis.

Eu tenho certeza de que você mesmo tem aquele cliente que a última visita foi lá em 2014. Você nem lembra como chegar na empresa desse cliente.

ISSO NÃO PODE ACONTECER!

Você precisa dessa construção!

Obviamente é um longo caminho, mas faça sua parte!

Conclusão:
Aproxime sua relação!
Envie conteúdos! Saiba de quem é seu cliente, do que e de quem ele gosta!
Conecte-se, use sua habilidade humana de se relacionar!
Com isso, você conseguirá entender e construir soluções para dores e problemas de seu cliente.

Fernanda Rocha, Fundadora da Noconte e do CSC diz:

“Faça com que seus clientes, mesmo os sonegadores, valorizem seu trabalho e entendam que seu serviço leva mais dinheiro para o bolso deles!”

Quem não quer mais grana?

Esteja lá e BORA PRA CIMA!!

Ahh (se surgiu aquela preguiça de ler), confere aqui o vídeo da Fernanda Rocha sobre esse tema:

 

Fonte: Fernanda Rocha, Fundadora da Nucont e do CSC | https://blog.nucont.com/contabilidade-gerencial/

Postado por : Escola da Vida Contánbil | www.escoladavidacontabil.com.br

Leia Também

Lições da China que lhe transformam no contador do futuro

EVC

Vale a pena comprar uma carteira de clientes para contabilidade? Entenda

EVC

3 erros de gestão financeira que podem fechar sua empresa

EVC